Cavalo Solto

Reflexões em Março 14, 2010 Sem comentários

Deixa o teu cavalo solto. Se voltar ele é teu. Se não voltar, é porque nunca te pertenceu.
(Autor desconhecido)

Vivemos, actualmente, num mundo em que a maioria das pessoas vive de acordo com uma perspectiva vincadamente consumista e onde são comuns os pensamentos de egoísmo, inveja e posse. Estes tipos de formas de pensar consubstanciam algumas das grandes limitações que a humanidade enfrenta. Quando nas nossas vidas nos deparamos com situações que contrariam estas formas de pensamento, são comuns os sentimentos de frustração e de infelicidade que daí resultam.

Por mais que não se acredite, o Universo funciona de forma absolutamente perfeita, cujo equilíbrio está, por enquanto, distante da nossa capacidade de entendimento… Isto para dizer, que apenas temos aquilo que de facto merecemos (por estranho que possa parecer!?), nem mais, nem menos. A felicidade de cada um, depende tão somente da sua capacidade de aceitar o que lhe acontece, ou seja, aquilo o Universo lhe envia.

Obviamente, que com isto não quero dizer que devemos assumir uma forma passiva de estar, enquanto esperamos que o Universo nos traga aquilo que merecemos (bom ou mau), pois, essa forma de actuar é, por si só, antagónica a todos os principios do Universo!

Há que semear hoje, para colher amanhã… É necessário lutar e trabalhar para inverter as situações desfavoráveis em que nos possamos eventualmente encontrar, estando conscientes que é na adversidade que está a chave do amadurecimento. Mas, á também vital que desfrutemos das coisas boas, sem nunca esquecer a humildade e a gratidão.

O mais rico não é o que mais tem, mas o que necessita de menos.
(Autor desconhecido)

Lembra-te: quando algo de infeliz te acontecer, pensa que talvez não mereças aquilo por que tanto te lamentas e esforce-te por mudar a tua atitude, de forma a captares a atenção do justo e gracioso Universo. Pensa também que és um ser em crescimento e que por mais que te custe aceitar, não reúnes todas as condições para desfrutares plenamente tudo aquilo que te poderia ser proporcionado. Sê paciente, e sobretudo, muito humilde!

Pode dizer-se que o nosso estado de crescimento interior é obtido a partir da conjugação entre a nossa capacidade de aceitação daquilo que consideramos que nos acontece de mau, e a forma como gerimos aquilo que de bom nos acontece. O sublime reside no ponto de equilibrio entre estes dois opostos.

O Universo funciona de forma tão perfeita, que somos levados a pensar que o que acontece nas nossas vidas é puramente aleatório, mas tal não é verdade.

Aquilo que tiver de ser nosso, às nossas mãos há-de vir.

HL

Tags: ,

Sem comentários para “Cavalo Solto”

Deixe um comentário